activa moda beleza famosos filhos sa�de sexo


Procura avançada
Reuniões d'A Maleta Vermelha - Muito mais que Tuppersex! Brinquedos eróticos, cosmética erótica. Criada por mulheres e para mulheres!
"...os maiores níveis de testosterona das mulheres de altura superior à média, faz com que se tornem mais competitivas, enérgicas e ambiciosas, em comparação com as mulheres de altura média..."

Revista: Noticias

As altas estão em perigo de extinção?

Um estudo britânico comprovou que as mulheres altas são menos propensas a ter filhos.

Segundo um estudo de dois psicólogos britânicos, as mulheres de estatura alta devem a sua altura ao facto de possuírem um nível mais alto de testosterona, o que também influencia o seu carácter e nas suas características psicológicas, entre elas o seu instinto maternal.

Quanto mais elevado é o nível de testosterona, menos as mulheres possuem tendências maternais e têm menos desejo ou necessidade de se reproduzirem. Desta forma, as mulheres altas têm tendência a ter menos filhos e geralmente têm o seu primeiro filho já em idade madura.

Ou seja, se for alta e não lhe apetece ter um filho, aqui tem à sua disposição uma explicação biológica.

Por outro lado, os maiores níveis de testosterona das mulheres de altura superior à média, faz com que se tornem mais competitivas, enérgicas e ambiciosas, em comparação com as mulheres de altura média, ou seja, cerca de 1,65 m.
As mulheres altas são capazes de se concentrar mais na sua carreira profissional e procuram a sua realização pessoal através da sua vida profissional, o que consome grande parte das suas energias e do seu tempo.


As altas vivem mais
Além disso, as mulheres altas, ainda que tenham maior dificuldade em garantir a sua continuidade, originada pela sua falta de vontade em ter filhos, vivem em média mais anos do que as mulheres de tamanho mais reduzido. Segundo um estudo publicado na revista Journal of Epidemiology and Community Health, ao longo de vários séculos, as pessoas de baixa estatura viveram menos anos do que as suas congéneres mais altas.

O estudo britânico examinou 490 esqueletos pertencentes a um período compreendido entre o século IX e 1850. Na totalidade dos restos estudados, a probabilidade de morrer antes de atingir os 30 anos (temos que ter em conta que antigamente chegar aos 45 anos já era uma proeza) aumentava de forma inversamente proporcional à longitude dos ossos. A razão para este facto é explicado pelo facto de que a altura é um bom indicador da saúde durante a infância e que influencia a saúde durante a fase adulta.

Outra das vantagens adicionais é que os níveis elevados de testosterona também estão relacionados com um maior desejo sexual…

E, além disso, as mulheres mais altas têm sempre maior êxito entre os homens…

Novidades
BAD BOY



Testemunhos

Cristina de Beja

"O sentido de humor e a forma de encarar a reunião como um acontecimento social onde se discutem e partilham experiências são os grandes alici...